"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

A VAGINA, DE NAOMI WOLF...



Na loja do iTunes (administrada pela Apple) o título do e-book de Naomi Wolf: Vagina - uma nova biografia, acaba de ser parcialmente censurado. A palavra vagina aparece apenas com o V e com alguns asteriscos como se se tratasse de um palavrão ou de uma blasfêmia. Não faz muito, um outro título, agora de Eve Ensler intitulado Os monólogos da vagina também recebeu o mesmo tratamento por essa mesma loja e há mais ou menos um ano o facebook, vítima da mesma fobia, chegou a censurar a famosa pintura de Courbet titulada A origem do mundo, onde esse órgão que parece causar tanto pavor, está escancarado. O que acontece, afinal com esses censores? Seriam homens ou mulheres? Pudicos ou pervertidos? Misóginos ou tarados? Transtornados pelo tesão, pelo pânico ou pelo moralismo? 
Claro que isso não é novidade, pois praticamente todas as religiões fundamentaram seu apartheid contra as mulheres por puro conflito e por pura misoginia, daí talvez a motivação que levou a autora a tentar construir em seu ensaio uma nova biografia sobre a referida "entidade". E todos sabemos que mesmo os "comedores" de plantão, que andam por aí com a mão direita no bolso, com os bigodes empinados e com as tais pilulazinhas nas tripas, não escondem que têm um sentimento estranho e ambíguo por essa "parte" misteriosa e inacessível da mulher... Seria o fato de termos todos nascido por ali? 
Os comerciantes não se cansam de propagandear cremes, perfumes, lubrificantes, truques e mais truques para lidar e tratar a dita cuja... e de quinze em quinze dias as mulheres estão lá, obsessivamente, se depilando como numa estratégia preventiva para não correrem o risco de espantarem o macho...
A literatura antropológica e psicológica está repleta de mitos e de dados culturais a respeito do medo e do cuidado que tanto os homens como as próprias mulheres sempre tiveram com relação à essa peça dos genitais femininos. E é conhecido o relato que o psicanalista Ferenczi anotou em seus casos clínicos da mãe que quando queria intimidar seu filhinho levantava o vestido diante dele e lhe mostrava a vulva... A propósito, na pintura acima, intitulada misteriosamente de Violação, o que Magritte estaria querendo insinuar???
Inclusive os homossexuais masculinos que costumam jurar que fizeram sua opção genital livre e soberanamente, com frequência confessam terem experimentado desde sempre um verdadeiro horror e repugnância pela "tarântula". Tarântula!? Haverá analogia mais terrorífica do que esta?
E as feministas, que nas épocas desvairadas levavam cartazes defendendo a ideia de que nas mulheres não havia outro tipo de orgasmo a não ser o orgasmo clitoriano, não estariam também negando a vagina? 
Claro que existem as exceções, a menina esbelta e sedutora - por exemplo - que num encontro anarquista em Quebec levava orgulhosamente um boton no lado esquerdo de sua jaqueta com a seguinte inscrição: I have a vagina!!! 


3 comentários:

  1. Eu acredito que todos(as) os(as) pudicos(as), pervetidos(as), misóginos, tarados(as), moralistas, etc, etc, etc... São todos derivados dessa merda chamada "CENSURA", que se alastra pelo mundo, sob a tutela das religiões, que transformam o que deveria ser natural, nesse monstro (sem cabeça)... A verdade é que tudo o que é proibido torna-se alvo de desejo e/ou curiosidade, e cria-se "sei lá o que" nas mentes dessas pessoas... Se tudo fosse encarado naturalmente, não existiria tanto preconceito aos órgãos sexuais, fosse masculino, ou feminino... Inclusive no início da nossa história, as mulheres eram muito respeitadas, e consideradas deusas por serem responsáveis pela perpetuação da espécie. Quando surgiram as tais "sociedades organizadas", e o conceito de "propriedade", surgiram também os roubos, saques, vandalismos, onde a força era essencial para a sobrevivência, o que gerou o infanticídio feminino, e o sistema machista e patriarcal... A excêntrica admiração do homem pelo homem. Mulheres? Apenas para gerar os filhotes. E depois de milhares de anos, tudo continua como Dantes no castelo de Abrantes...

    ResponderExcluir
  2. Veja essa Bazzo:

    http://oglobo.globo.com/cultura/abl-censura-transmissao-de-palestra-do-ciclo-mutacoes-sobre-sexo-6102247

    ResponderExcluir