"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

A velhinha beata e Norberto Bobbio...

"No es necesaria la parrilla, el infierno son los otros"
J.P.Sartre
(A puerta cerrada-1944)

Hoje reencontrei a velhinha com quem cruzo todas as semanas no mercado da esquina e com quem fico discutindo o preço dos legumes, a validade das carnes, a função terapêutica do açafrão, a falácia do sal do Himalaia, o sexo dos anjos e etc. E ela, invariavelmente, esta sempre com um rosário enrolado no pulso direito  esbanjando otimismo, fé, esperança e alienação. Ela nunca me falou a respeito, mas percebo que quer sutilmente imitar a Madre Tereza de Calcutá. Se alguém deixa cair uma cebola, por exemplo, ela corre para ampará-la. Se um estrangeiro não sabe como se pronuncia abacate ela corre lá e faz uma tradução simultânea. Se alguém esqueceu a carteira em casa ela empresta seu cartão da CEF e, apesar de estar com o corpo aos pedaços, esbanja saúde e disposição.  Hoje foi diferente. Estava abatida e pessimista. Enquanto examinava a data de vencimento de uma caixa de ovos caipiras foi me dizendo: Em São Paulo os mosquitos, na Bahia uma doença misteriosa, em Minas Gerais a febre amarela, nos presídios o inferno, brasileiros sendo barrados e deportados do aeroporto do México... O calor está de matar e os reservatórios de água estão vazios... Que Karma fdp! 
E mais: para meu espanto, parafraseando a Norberto Bobbio me alertou: "Com tantas desgraças juntas, nosso país acabará como um senhor de meia-idade de quem uma amante velha arranca os cabelos negros e uma amante jovem, os cabelos brancos, deixando-o completamente calvo no final..."

Um comentário:

  1. http://uy.emedemujer.com/relaciones/los-hombres-pareja-mas-atractivos/

    ResponderExcluir