"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

sexta-feira, 20 de março de 2009

O boi atropelado e a horda sanguinária


Segundo notícia de um jornal regional de Pernambuco, na última quarta-feira um grupo de anônimos protagonizou uma cena de arrepiar os cabelos numa rodovia próxima a Jaboatão dos Guararapes. Convocados pela polícia rodoviária para ajudar a retirar debaixo de um caminhão o boi que havia sido atropelado, aqueles pobres miseráveis arrastaram o animal ainda vivo e agonizante para o acostamento e ali mesmo, com suas peixeiras, começaram a retaliá-lo e a esquartejá-lo. No meio de todo aquele rio de sangue a cabeça deve ter ido para um, a paleta e o pescoço para outro, o patinho e a alcatra para um terceiro, a fraldinha e o filé mignon ficado com os policiais, a picanha ido para o motorista e o contrafilé dividido entre os curiosos que enquanto assistiam àquele festim macabro e fúnebre lambiam os beiços. Triste, enfezado e lastimoso destino o dessa raça! Diante de uma loucura desse porte só nos resta reconhecer – como dizia Jean Genet – a imunda fraternidade dos crocodilos sorridentes.

Ezio Flavio Bazzo

2 comentários:

  1. será que esse ato de barbárie é uma resposta pernambucana ao calendário chinês? este ano é regido por esse simpático animal. meus amigos da feira dos importados me disseram que este é um ano que nos obriga a cumprir nossa parte de trabalho para melhorar os sistemas básicos de vida. talvez uma obrigação impossível para um povo que, por todos os seus anos, são regidos por raposas e gatunos.

    ResponderExcluir
  2. A notícia:
    http://newsgula.com/noticia/show/boi-e-atropelado-em-rodovia-de-pernambucano-e-retalhado-ainda-vivo-24_3_2009

    ResponderExcluir