"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

E o mendigo K vai às compras...

Hoje a tarde encontrei o mendigo K numa confeitaria da Praça Marques de Pombal intercalando um chá verde com menta e pedaços de chocolate. Já com sotaque meio aportuguesado foi me dizendo: Cara, estou cada vez mais convicto que o que precisa no Brasil é uma revolta social contra os comerciantes. Mais ou menos como o que está acontecendo no Espirito Santo. O que existe de mais vil no Brasil é a exploração que os comerciantes (de todos os setores) administram sobre as pessoas. Exemplo: Não sei se você sabe, mas quando viajo conforme vou usando minhas roupas as vou descartando. E, naturalmente, tenho que comprar outras. Pois bem. Aqui em Lisboa, por indicação de uma camareira, tomei o metrô da linha azul, saltei na Estação Colégio Militar, caminhei até o Centro Comercial Colombo e lá, numa loja que não lembro o nome, comprei camisas de puro algodão por 7 euros... camisas que  lá no Brasil são vendidas por 130, 140 reais. Sabe o que é isso? Sem falar que aqui o salário mínimo é 500 euros e lá no Brasil não chega a 200. Mas o escândalo maior está nas roupas infantis. Camisas,  blusas, roupas para crianças de até um ano, que no Brasil chegam a custar cem reais ou mais, aqui custam 1 euro e 50 centavos. 
Sabe o que é isso? 
Se são fabricadas no Vietnam, na China, em Bangladesh ou na pqp, isto não  tem importância alguma, inclusive, porque muitas vezes esses países importam o algodão e até mesmo mão de obra da América. 
A desculpa dos comerciantes brasileiros de que os impostos que pagam são muito altos é mais uma canalhice para seguir engambelando os troxas...
Antes de saltar para dentro de um bonde justificou sua presença aqui: Vim a Portugal porque soube que uma Companhia ali do Alentejo estava distribuindo de graça passagens para o resto da vida... (E explodiu numa escandalosa gargalhada...)

2 comentários:

  1. roupa de criança pelo menos dura uns 9 meses e nos restaurantes (não só brasileiros) que se come uma macarronada com molho de sofrimento animal, que em duas horas vira bosta, por 100 reais...

    ResponderExcluir
  2. veja esta, maldita natureza humana...

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/outros/ultimas-noticias/63,37,63,12/2017/02/15/internas_polbraeco,574070/adolescente-agredido-com-mangueira-morre-11-dias-apos-internacao.shtml?ref=yfp

    ResponderExcluir