"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

VAMOS INVESTIGAR A ORIGEM DO FOGO!!!

Vamos investigar a origem do fogo!,
estão dizendo por aí os demagogos de todos os escalões, para tentar justificar ou explicar a morte de todos aqueles adolescentes dentro daquela imensa caixa de concreto. Aliás, a palavra boate é tradução de boite, que em francês é caixa. No universo das patologias associadas ao sedentarismo essa tal boate é, no mínimo, um dos mais sombrios sintomas dos transtornos sociais. Qual a motivação inconsciente dessa espécie para enclausurar-se de madrugada numa dessas tocas, comandadas quase sempre por bandoleiros e por sete ou oito leões-de chácara inconsequentes? Por quê enfiar-se voluntariamente nesses fornos de concreto e sem janelas, onde tudo é suspeito, para bebericar, entupir os pulmões de fumaça, requebrar o esqueleto e, quase sempre, estourar os tímpanos sob a barulheira de guitarras e de baterias vagabundas...
A origem do fogo? Ora, a origem do fogo todo mundo sabe. Foi o titã Prometeu, irmão de Epimeteu, que o roubou dos deuses e que o presenteou à humanidade, aos pirotécnicos e a outros imbecis!
Vamos investigar a origem do fogo!
Ora! Deixem de ser idiotas! Deviam, é ter investigado semanalmente a situação daquele forno e daquela espelunca! Como deviam investigar semanalmente os banheiros dos restaurantes, o nível de contaminação dos hospitais, os esgotos correndo por debaixo da mesa de 80% da população, as vacas que morrem de tuberculose e que são esquartejadas e vendidas aos pedaços nos açougues, a cachaça, as cervejas, os uísques falsificados e a quantidade de venenos que, por ignorância ou por malícia, o chamado agronegócio injeta nos alimentos... 
E não serão agora as promessas, nem as lágrimas dos burocratas que irão amenizar o peso dessa tragédia... assim como não serão os poeminhas dos líricos de plantão e muito menos a voracidade da mídia sobre as vítimas que irão dar uma explicação ou até mesmo um sentido a essa absurdidade... 


Um comentário:

  1. Vejam aí: http://www.orkut.com.br/Main#CommTopics?cmm=123698981

    ResponderExcluir