"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

NOS PALCOS DA NOVA JERUSALÉM...


Enfim os suburbanos, a classe média e a juventude alienada de New York, San Francisco, Carolina do Norte etc, etc., começam a sentir os bolsos vazios e as tripas roncando. Enquanto quem pagava a conta eram os párias do resto do mundo e havia Hot Dog, Coca Cola, Milk Shake e pó para manter a obesidade e a tranquilidade do rebanho tudo parecia estar muito bem. Saciados, deixaram-se mutilar e enrabar em silêncio pela gerontocracia capitalista durante décadas. Agora, de uma hora para outra, frágeis e indefesos como gafanhotos querem incendiar os negócios de Walt Street e enforcar o Leviatã travestido que há naturalmente em cada banqueiro. De um momento para outro passaram a gritar os antigos slogans do desolado terceiro mundo e se tornaram parecidos aos indigentes da América Latina, aos domesticados sul americanos, aos asiáticos, aos africanos e a todas as demais ralés planetárias. Excelente! Mas talvez agora seja tarde. A velharada capitalista teve tempo demais para engendrar a seu favor um acervo de leis, um acumulo de bens e de poder, um judiciário, centenas de presídios e uma polícia mais do que eficientes. E é a essa cambada de tiranos que pagamos para morar, para comer, para trepar, para respirar, para nos embriagar, para brincar de dirigir e para navegar pelos redemoínhos da sutil e delatora internet. Uma frase enviesada, um pio a mais, um gesto além do permitido e pronto: enquadrado na Lei de Segurânça Nacional como anti social, desordeiro, impatriota, vagabundo ou, o mais grave: terrorista.

O Sistema Financeiro Internacional está ruindo? Balela. Trata-se apenas de um acerto de contas entre banqueiros e seus testas de ferro, isto é, os governos. E a Grécia não é o Bode Espiatório, como se diz, é mais bem o Bode Emissário. Que declare bancarrota? Melhor! Blefar os gregos sabem fazer muito bem. Quem é que não se lembra do Cavalo de Tróia? E não foram eles (com seus filósofos) que enfiaram guela abaixo do mundo a tal Democracia e a tal República? Portanto, é justo que agora seja competência também deles facilitar a ruína e o afundamento (se for o caso) de toda essa cloaca.

Um comentário:

  1. Aplausos para você Ezio Bazzo, e de pé!!! Seu texto é tão bom que chega a ser covardia diante de tanta tonteria publicada nos jornais.

    ResponderExcluir