[...Che i dodici dei, oltre a Diana e a Giove, i migliori e i più grandi, maledicano chiunque osi

domingo, 28 de janeiro de 2018

Y así se van los dias...



"Os cordeiros vão ao matadouro, nada dizem e nada esperam. Mas ao menos eles não votam no açougueiro que os matará e no burguês que os comerá. Mais besta que as bestas, o eleitor elege seu açougueiro e escolhe seu burguês. Aliás, as revoluções, até agora, foram feitas quase que unicamente pela conquista desse ignóbil direito... 
Mirbeau

Um dos jornalistazinhos de merda que vieram do exterior cobrir o julgamento do Lula em Porto Alegre ligou-me, no dia 24 pela manhã, completamente transtornado querendo saber como e onde poderia comprar umas gotas de rivotril. Jurou-me com os trejeitos de uma legitima senhorinha-histerica, que nunca havia sido colocado diante de tamanha ambiguidade, nem mesmo em sua estadia em Cabul, no Afganistão. Se olhava para a direita via um tipo chocho de gente. Se olhava para a esquerda via outro tipo chocho de gente. Se olhava para o centro, via, com surpresa, de mãos dadas, a mistura daqueles dois tipos chochos de gente. Os advogados, os juízes, os defensores e os acusadores, as secretárias, os guardas, a polícia, as massas lá fora, as bandeiras vermelhas, verde e amarelas, os slogans, as bombachas, o chimarrão (herdado dos guaranis), o analfabetismo cultural, a seita lulista, os crucifixos nas paredes, o lenço vermelho no pescoço e a faca na cintura dos gaúchos... tudo parecia de uma superficialidade de dar dó, coisa de outro mundo. Sem falar dos discursos e da falsificação da linguagem e dos caminhos ziguezaguentes de nossa justiça. Condenado porquê ganhou um triplex? Mas não foi ele que tirou da miséria 30 milhões de fodidos? Se deu casa para tanta gente, por que não poderia ganhar uma? Mas... a periferia da cidade, o outro lado do Guaíba... ainda está infestado por indigentes! Como explicar isto a um jornalista estrangeiro? Apesar das luzes fosforescentes do Mac Donald, quantos milhões há ainda no outro lado do Guaíba? 3X0. Condena mas não prende? De onde piratearam esse fajuto código penal? O céu e o espaço aéreo interditados. As águas contaminadas do rio sob vigilância. As estradas controladas por policiais com os salários atrasados e a febre amarela comendo solta. Um mendigo cínico/provocador lembra o recente escândalo da exposição do Santander acontecido a alguns quilômetros dali a uma senhora enrolada em medalhas legítimas e bentas, recebidas do Vaticano. Uma delas traz em alto relevo a cara de tangueiro do papa argentino. Ela confidenciava acreditar piamente que o diabo veste vermelho! Que a bandeira vermelha é do diabo. A verde/amarela, esta ainda representa o antigo purgatório lusitano. A brilhantina nos cabelos ralos do advogado de defesa. Para quem imaginava ouvir um orador que lembrasse a Cicero (aquele da república Romana) foi uma frustração imensa. E ninguém fala em revolucionar o adestramento desses doutores. Doutores? Bacharéis. Embargos infringentes? Que porra é essa? Uma filósofa da região, as perninhas juntas, os cabelinhos recém ensaboados, defende o condenado com argumentos da psicanálise e do evangelho. Freud e Judas! Bah!!! Tudo remete não apenas ao samba do criolo mas também ao xote do sulista doido! 
Sem rivotril, o jornalista não sai do whatsapp e passa seu tempo digitando com a mamãe. Diz que está profundamente decepcionado porque nada, absolutamente nada aqui nos cafundós dos trópicos se parecia ao julgamento de Nuremberg que foi coberto por seu avô e muito menos ao de Sacco e Vanzetti (1920) registrado nos anais da polícia de Massachusetts... Que aqui só se fala em churrasco e que não sabia muito bem o que queria dizer a palavra Lula (seria algo como Dada? O Dada do dadaísmo?) nem a palavra Temer, que quando a ouvia vindo lá de fora, saindo da boca voraz da turba, só conseguia associá-la ao verbo temer. Eu temo, tu temes ele teme... Mas que não eram só estas palavras que o confundiam, confessava. Ouvia também falar com estusiasmo em Collor, em Marina, em Maluf, em F.H.C, em Enéias, em Eymael, Bolsonaro, Cristovam etc... e até mesmo em Anita Garibaldi... O quê tudo isso quer dizer, mami...?
Enfim, foi mais uma explicitação de nossa miséria e mais um vexame para ele e para nós.
_________________________________________
EM TEMPO - Horas mais tarde alguém me dizia ter ouvido a voz de sua mãe, vinda lá do outro lado do planeta, falando um idioma estranho e que o aconselhava: "filho, aguenta firme aí  e não ria tanto de tudo, porque quem acha tudo gozado é faxineira de motel..." 



3 comentários:

  1. Mas o Aecio e o Temer estão soltos aí articulando o arrocho dos salários em prol dos banqueiros etc. Ah mas eles não são condenados...O congresso no papel de juízes viu sem dúvida acima do razoável que eles estavam sendo perseguidos e os absolveu...ah sim...então tá...

    ResponderExcluir
  2. https://www.youtube.com/watch?v=MIr2GIuOb0M

    ResponderExcluir
  3. Bazzo, e já que se esta falando de Porto Alegre, vale a pena rever o texto sobre Espertina, a anarquista gaúcha
    http://eziobazzo.blogspot.com.br/2017/06/biografia-espertirina-martins.html

    ResponderExcluir