"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

terça-feira, 4 de março de 2014

La última lágrima...

"Chiavano come cani, ma che 
sono quiete della bocca 
come sassi"
(Fodem como cadelas, mas 
são mudas como pedras).
Acusação das cortesãs romanas contra as grandes damas


- O Papa Francisco é nossa última esperança.., ele ainda tocará fogo naquele antro! 
Ouvi está frase de um grupo de jovens ateus quando me dirigia à Candelária, bem na esquina de um boteco chamado La última lágrima. Referiam-se ao lapsus linguae cometido pelo ilustre argentino durante a benção folclórica na Praça São Pedro.
Dizem que o argentino, no auge de sua prédica engabelou-se com a língua italiana e ao invés de [caso] falou [cazzo].
Não conheço as traduções da palavra Cazzo aqui na Colômbia, mas em português Cazzo/Catzo quer dizer: pinto, pênis, piroca, caralho, cacete, perna-do-meio, pepino, peroba, proaca, peru, pica, piça, picota, pincel, espada, dildo e etc...
É evidente que não tem muito sentido querer crucificar o velho Papa só por ter cometido esse ato falho e deixado escapar uma palavra obscena lá do alto daquela janela, pois cada um de nós comete vários diariamente. E depois, segundo Arango, um psicanalista também argentino, as "malas palabras" ou os "palavrões" são até terapêuticos... 
O que é gozado e irônico (neste catzo) é o recuerdo que ele nos traz de que apesar dessa velha igreja e dessa velha confraria ter vindo pelos séculos a fora se digladiando com os genitais e com os buracos do corpo, não consegue livrar-se deles e vive mergulhada em putarias e em escândalos libidinosos... Que quis e fez de tudo para negá-los - quantos padrecos idiotas se castraram na solidão do deserto - e que se vê cada dia mais e mais involucrada e torturada pelo tal "amor socrático"... Tentaram passar aos beatos durante séculos a ideia de falofobia mas na media-luz das sacristias e dos seminários sempre escancararam sua secreta falofilia.
Prestem atenção como quanto mais moralista e casta se diz uma pessoa, uma congregação e uma cultura mais perversão, vícios, patologias e perversidades se encontra em sua essência...

Arrumo as malas para a volta. 

Aquisições:

1. Cartagena de Índias en el siglo XIX
2. La inquisición en Cartagena de Índias
3. El diablo en la cultura popular del Caribe colombiano
4. Manual de urbanidad y buenas maneras
5. Como mandar a la gente al carajo
6. História de cartagena de Índias
7. Apócrifos contra los "ismos" dominantes
8. Notas de Ruta
9. Elogio de la incertidumbre
10. Tu inquisidor no cree en dios: ése es todo su secreto
11.  Los malditos
12. La última enfermedad, los últimos momentos y los funerales de Simon Bolivar
13. Yo rebelde, yo herege, yo Vargas Vila
14. El divino Vargas Vila
15. Diario secreto de Vargas Vila
16. El azar y la ocasión (provocaciones y profanaciones)


Um comentário:

  1. O vaticano é o maior "puteiro" do mundo! no sentido pejorativo claro; essa confraria como bem disse o Ezio, fudeu! e continua fudendo! inúmeras vidas com sua castração psicológica ( que começa com a sexual ); é uma questão seríssima mas poucos ( pois esse mundo é feito de covardes! ) se importam, quando não " compactuam com essa escória ( "criando" seus filhos dentro dessa imbecilidade ) acomodam-se vivendo no seu próprio umbigo; não se trata de sair por aí levantando bandeira contra essa "religião de merda", isso não adiantaria, trata-se de negar diariamente, no cotidiano, toda forma de opressão que começa à partir dessa "castração".

    ResponderExcluir