"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

terça-feira, 10 de abril de 2012

Para alguns, um sapato perdido pode ser muito mais inspirador que um Rorschach...


Agora seremos muito mais felizes ainda: os gringos reconheceram nossa cachaça!!! E os usineiros, que no passado eram demonizados, estão cada dia mais eufóricos e já começaram a incentivar seus descendentes e a outros plantadores de soja e de arroz a mudarem para a monocultura da cana... Além de embriagar o povão – gargalham - dá dinheiro! Um esotérico que encontrava de vez em quando há muito tempo me alertou que o karma futuro de países como Cuba – por exemplo - será terrivelmente caustico e pesado, não pela política, mas por envenenarem o mundo com açúcar, rum e tabaco. E por mencionar Cuba, os resultados da visita do papa àquela ilha já começaram a aparecer. Semana passada desfilaram também por lá com uma cruz às costas. Bye Bye consciência revolucionária! Suspeitei que o ateísmo cubano era efêmero e teatral quando, em 1985, presenciei as filas imensas sob o sol caribenho de havana para comprar o livro de Frei Beto titulado: Fidel e a religião. A pantomima de alguns padrecos latino-americanos para fundir cristianismo com marxismo foi um golpe sutil da igreja para manter o rebanho cabrestado. Aleluia! Aleluia!!! A teoria de Marx de que a religião é o ópio do povo foi suplantada pela da corriola dos papas e dos bispos de que Marx é um veneno superado e demoníaco!!!... Em São Paulo, numa das manifestações mambembes de final de semana, o sujeito que fazia o papel do mercador das trinta moedas deu um nó errado e a corda quase o mandou para os cafundós de Judas.... E é o ex-ministro da justiça Thomas Bastos que está defendendo C. Cachoeira. Até entre os homens de Neandertal isso seria abominável! Aqui em Brasília, tudo zen! Treze assassinatos ferozes a cada final de semana. Pelo menos é um número fantasmagórico e cabalístico! Enquanto isto, lá no Rio (Praça 15) roubaram a espada da estátua do General Osório. O monumento que é de 1894, esculpido por um italiano e fundido em Paris, agora está lá com seu general perplexo, desarmado e vulnerável ao desdém, a todo tipo de sacanagem e de bandidagem. Segundo Vargas Vila, essa proliferação mundial de monumentos de homens montados em cavalos foi muito mais uma homenagem aos cavalos que aos cavaleiros. No Congresso Nacional, exatamente neste momento, os auditórios estão lotados de “cidadãos” e de embusteiros que comemoram o Centenário do Santos. Que tal? Nessa desgraceira de humanismos equivocados, como querer que alguém leve as coisas pelo menos plebeiamente a serio???

Um comentário:

  1. Bazzo, veja essa denúncia dos trabalhadores Suíços:

    "A Copa do Mundo vai gerar bilhões em renda para a Fifa. Já a população brasileira será em grande parte excluída dessa festa, que poderá se transformar até mesmo em um pesadelo para os mais pobres", disse Alexandre Mariéthoz, porta-voz do Solidar. "A Fifa se recusa a pagar impostos. Após o Mundial, o Brasil se encontrará com uma montanha de dívidas, como a África do Sul após a Copa de 2010", declarou. Para a entidade, a Fifa deveria pagar impostos no Brasil a partir dos lucros que realizar com o Mundial.

    ResponderExcluir