"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Cegos, violinistas e mendigos... (Beijing)


















4 comentários:

  1. Do Norte ao Sul, de Leste ao Oeste, parece-me que as misérias da humanidade são as mesmas, e o descaso também...

    ResponderExcluir
  2. Cegos, violinistas e mendigos somos todos nós.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, mas prefiro a fatalidade dos extremos à mediocridade do monótono equilíbrio...

    ResponderExcluir
  4. Ou mesmo equilibrado.... Em qualquer dos casos o resultado será fatal....

    ResponderExcluir