"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

terça-feira, 18 de maio de 2010

MINHAS MAIS VERDADEIRAS CONDOLÊNCIAS ÀS COBRAS DO BUTANTAN...

Voltar ao Brasil e principalmente para Brasília é sempre embarcar na possibilidade de inúmeras surpresas, uma mais exótica que a outra. Tocaram fogo no Butantan e sapecaram milhares de répteis em SP - por exemplo. Aqui, em frente ao Congresso Nacional esteve montada até ontem uma espécie de igreja aonde mais de 300 bispos vieram participar da 48ª Assembléia Geral dos Bispos do Brasil e também do Congresso Eucarístico Nacional. De tantas freirinhas, padrecos e beatos, quem passava pela Esplanada dos Ministérios tinha a nítida impressão de estar na Praça do Vaticano numa Quinta-feira de Ramos. Em pauta o excesso de testosterona nas artérias dos representantes de Deus e os recorrentes enrabamentos de coroinhas e de seminaristas. Nesta semana também chegaram a Brasília milhares de lésbicas, gays, travestis, bissexuais, transexuais etc, para o VII Seminário que está acontecendo no Auditório Nereu Ramos do Congresso Nacional. Amanhã uns 2000 membros sairão de frente da Catedral (ainda em reforma) para a I Grande Marcha Nacional. Em pauta: a mudança de nome dos transexuais; a legalização do casamento entre pessoas de mesma genitália (e nós que tanto lutamos para que o casamento em si fosse considerado a pior das aberrações); e a aprovação da lei que torna crime a "fobia" ao homossexualismo etc. Também está marcada para amanhã a 23a Marcha Dos Prefeitos de todo o país. Em pauta: a defesa dos municípios e a “troca de experiências” que, em outras palavras significa: a socialização dos truques para apropriar-se das mamatas e das tetas do Estado nestas vésperas de eleições. Quem fica realmente fascinadas com a vinda e com as "diárias" desses "executivos" são as nossas "meninas da noite".
Sinceramente, é por essa e por outras coisas do gênero que Brasília se torna suportável.  O espetáculo desta semana não poderia ser mais transcendente, metafísico e nem mais emocionante. Pena que as três confrarias não tiveram a idéia de desfilarem juntas numa GRANDE MARCHA...

4 comentários:

  1. Que país é este? Esta foto é sensacional!!

    ResponderExcluir
  2. Desta foto eu não gostei, mas seu texto, caro Bazzo, é sempre muito instigante.

    ResponderExcluir
  3. Olha só, eu me referi a imagem da crônica. Sua foto está ótima, ok? A imagem da crônica foi trocada, não foi?

    ResponderExcluir
  4. Você tem razão: ao invés de abolirmos as celas de vez (casamento e trabalho), lutam pela sua ampliação. Lutamos pelo direito a escravidão.

    ResponderExcluir