"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Os vírus... esses camaradas...

[... os ciganos consideram, com razão, que só devemos dizer a verdade na nossa própria língua; na do inimigo deverá reinar sempre a mentira]
Citado por  G. Debord

Do jeito que as coisas vão, o que de melhor se pode fazer, depois de rezar e inventar algum tipo de feitiço, é estabelecer uma boa amizade e um pacto de não agressão com a série de bactérias e de vírus que levitam e rondam soberanamente por aí enquanto os órgãos de "vigilância sanitária" e de saúde hibernam. E mais: temos obrigação ética e moral de reconhecer que eles (os vírus) têm sido extremamente camaradas conosco. Pois, pela lógica e pelo descaso sanitário vigente, já poderíamos ter sido completamente dizimados. Na semana passada - por exemplo - vimos o maior hospital da cidade, (alguns até o chamam de hospital de referência), funcionando sem lavanderia e, como na Idade Média, obrigando os pacientes a levar seus lençóis e fronhas para serem lavados em casa. Na mesma semana, os pacientes de um outro hospital denunciaram uma infestação de pulgas. Saltavam de uma maca a outra quase numa exibição olímpica, dizia o denunciante. A direção do hospital justificou a presença daqueles curiosos bichinhos (que lembram a qualquer um o tifo e a peste bubônica, aquela que no século XIV mandou pra tumba 75 milhões de pessoas) quase poeticamente, dizendo que estavam por lá porque no secular telhado de amianto daquele pandieiro também habitava um velho e simpático angora. Num outro desses verdadeiros hospícios, a umas poucas quadras de minha casa, uma grávida filmou uma ratazana passeando entre estetoscopios e caixas de algodão. Sem falar das baratas e da dificuldade pedagógica que se tem em fazer os profissionais de saúde, pelo menos de vez em quando, lavarem-se as mãos; da precariedade de banheiros, até nas universidades; da ausência de vacinas, inclusive para bebês e etc.
Sem nenhuma ironia, nossos mais sinceros agradecimentos aos exércitos de vírus e de bactérias que - apesar dos pesares - tem nos poupado e se comportado civilizada e eticamente, pelo menos até agora. E tomorrow? Ah, tomorrow is another day!!!

5 comentários:

  1. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/04/05/interna_cidadesdf,525919/donos-de-food-trucks-do-df-deverao-se-cadastrarjunto-a-vigilancia-sani.shtml

    ResponderExcluir
  2. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2016/04/05/internas_polbraeco,525851/h1n1-procon-notifica-hospitais-e-laboratorios-por-preco-abusivo-da-va.shtml

    ResponderExcluir
  3. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/04/08/interna_cidadesdf,526309/brasilienses-disputam-por-vacina-da-h1n1-em-poucas-clinicas-privadas-d.shtml

    ResponderExcluir
  4. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/04/08/interna_cidadesdf,526421/secretaria-de-saude-do-df-antecipa-vacinacao-contra-o-h1n1.shtml

    ResponderExcluir
  5. http://oglobo.globo.com/rio/apos-surto-em-sao-paulo-estado-do-rio-entra-em-alerta-por-causa-do-virus-h1n1-19050175

    ResponderExcluir