"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

sábado, 26 de novembro de 2011

Se você já não se contenta mais apenas com a leitura da Obra Prima Universal desse gênio, ouça-o também cantando... E "vá fuder otro!!!"

Um comentário:

  1. bazzo, você não pode esquecer que o Paulo Coelho com seus livretos de merda, "água com guaraná", conseguiu, sem querer, demonstrar que o mundo é constituído por uma ralé assustadora (seus leitores). É lido, e muito, nos EEUU, na França, Russia, e por todos os lados.

    ResponderExcluir