"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

sexta-feira, 13 de junho de 2014

A. Piazzolla....

No meio de tanto lixo, ambiguidades, contradições, sectarismos e devotamentos vindos da direita, da esquerda, de ângulos indefinidos, de cima, de baixo e de todos os lados, nada melhor do que acionar o bandonéon do velho piazzolla.

Nenhum comentário:

Postar um comentário