"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Os black blocs, a Lei de Segurança Nacional e a Partícula do diabo...


Do jeito que as coisas andam, além da Lei de Segurança Nacional na qual foram enquadrados alguns manifestantes, em breve se resgatará também o AI5. Parece evidente que por trás da impaciência das vacas sagradas  que representam "os poderes" existe uma secreta nostalgia pelo arbítrio dos anos macabros de camburões sem placa e dos porões de onde não se podia ouvir os gritos. Tudo com o argumento de garantir a ordem, a mansidão e a paz de crematórios que a senectude demanda. Observem o ar de misticismo que colocam nas mandíbulas quando falam em vândalos e em "preservar o patrimônio público"! Patrimônio público? Cadê o patrimônio público? Ora, quem é que não sabe e não vê que tudo é patrimônio privado! E não é curioso que se queira obsessivamente preservar uma sociedade que está, sabidamente, podre até os ossos?! Por que não dar a chance de que alguém desconstrua até suas ruínas?  
E os black blocs, que voltaram, continuam sendo vistos e "interpretados" como se fossem "extraterrestres", como se tivessem surgido por geração espontânea, como se não tivessem sido iniciados desde bebês, numa sociedade esquizoide, vil, desvairada e delinquente de ponta a ponta. E mais, como se a rebeldia, a indignação e o nojo que expressam em sua violência fosse uma espécie da partícula do diabo que entra na corrente sanguínea do sujeito e que o induz a colocar uma máscara e sair por aí quebrando câmaras municipais, bancos e vidraças! Aliás, e por falar em máscaras (esse disfarce que tem causado tantos espantos e cacarejos, esse símbolo de alienação mais antigo que se conhece) a própria polícia se apresenta sempre mascarada quando vai fazer suas incursões por territórios de risco e quando vai lidar com gente na qual não confia... Ah bom!, se for para o BEM pode!!! Ouço duas ou três hienas resmungando. Ora, os black blocs não confiam (e nem têm motivos para confiar) nem nos velhos da mídia, nem na mídia dos velhos e muito menos numa polícia adestrada unicamente para defender os interesses dos patrões de turno e da gerontocracia que está há décadas "governando"... 
Enfim, é uma lástima que o Estado e a sociedade, em nada exemplares, (aqui entre nós) verdadeiras usinas de transtornos mentais, não disponham de instrumentos mais civilizados, mais cultos e menos sujos que uma cadeia para lidar com seus encolerizados e revoltados descendentes...

2 comentários:

  1. a policia é o suprassumo da psicopatia.

    ResponderExcluir
  2. Foi a esquerda, com sua revolução cultural marxista/gramscista, que corroeu a sociedade por dentro,é a esquerda que esteve no poder desde os militares e continua até hoje. E os black-blocs são um braço do Psol e Pstu partidos quadrilhas membros do FORO DE SÃO PAULO que consideram a esquerda governante moderada. Então chega de mimimi faça-me o favor!

    ResponderExcluir