segunda-feira, 20 de junho de 2011

Um cão advogado e um macaco bruxo... E ainda se fala em pós modernidade...

Na semana passada uma Corte judáica (formada por rabinos) condenou à morte por apedrejamento um cachorro de rua por acreditar que ele era a reencarnação de um advogado que tempos antes havia insultado os juízes. E há uns dias mais atrás na cidadela de Kagiso, próxima à Johannesburgo, um macaquinho teve destino ainda pior, pois foi apedrejado e queimado vivo depois que se espalhou a notícia de que ele falava. Lá, mais ou menos como em Jeruzalém, os "juízes" o acusaram de ter um pacto com bruxarias, demônios etc. Que tal??? E isso é apenas o que escapa à censura. Imaginem o que deve acontecer por aí nos bastidores dessa pobre, sinistra e beata espécie. Saravá!!! Meus irmãos!!!

3 comentários:

  1. Rogério Rodrigues21 de junho de 2011 00:22

    Misericórdia!

    ResponderExcluir
  2. Já tentei negociar minhar alma com o Encardido, como dizem. Nem pediria muito em troca, qualquer badulaque mágico do sétimo círculo já dava um business. Mas até agora nada´, I guess he´s not interested.

    ResponderExcluir
  3. saludos desde chile, visita www.presiona-play.blogspot.com

    ResponderExcluir