"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 25 de março de 2004

A Lógica dos Devassos: No Circo da Pedofilia e da Crueldade

À margem dos sermões melancólicos, da empáfia histriônica dos discursos e da persistente simulação de civilidade — tanto dos governos, como das religiões e das famílias — fervilham massacres infantis por todos os lados. A escravidão, o abuso sexual e o assassinato de crianças nunca estiveram tão evidentes, e a história, essa cloaca de mentiras, construída sobre infâmias e infanticídios, teima em permanecer falsa e petrificada no cérebro da humanidade...

Atenção: dependendo de tua trajetória, este livro pode provocar-te uma taquicardia e até tirar-te o fôlego. Se estás em busca de uma leitura afável, morna, escrita por um DAS-5, por alguém da troupe arquiconhecida ou por outro dos badalados bufões da atualidade, se estás em busca de uma leitura que te faça conciliar o sono depois das novelas, desista. Aqui não há nenhuma influência e nenhuma cumplicidade com os bandidos da política, com os espertalhões pós-graduados, nem com o mercado editorial e muito menos com as elites esclerosadas. Foi escrito para quem tem no mínimo, a grandeza de colocar-se à altura da nojeira e da miserabilidade humana... E que não sirva outra vez apenas para «refletir» ou para «meditar», pois já é tempo de dizer como Rousseau que o homem que só reflete e que só medita é um sujeito depravado.

Um comentário:

  1. adoro a proposta do escritor belga raoul vainegem: "tudo aquilo que pode ser destruído deve ser destruído para que as crianças possam ser salvas da escravidão". portanto, não existe compromisso possível com os inimigos das crianças. tiremos das mãos dos inquisidores o monopólio da fogueira e...

    ResponderExcluir