"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Mangia que te fa bene...

Ontem, absolutamente contra minha vontade tive que saltar da cama antes do terceiro canto dos galos e claro, fazer o desjejum numa dessas vagabundas "franquias"que existem por aí e pelo redor de todo o mundo.
Quando o Misto-Quente me foi colocado diante do nariz, vi que dava para saciar, no mínimo, uma família de quatro pessoas: umas cinco fatias de presunto, mais umas cinco de queijo, enfeitadas com chips e etc.
Como só comi um terço daquela porcaria o garçom quis saber o motivo.
-Ora, lhe respondi, se comesse isso aí duas vezes por semana estaria pesando cento e vinte quilos.
-É verdade! Respondeu-me ele com um olhar tolo, cínico e de gaiato.

Reflexão inevitável:
Se a sociedade, (entenda-se o Ministério da Saúde, o Estado e os governos) ao invés de ficarem publicando estatísticas fajutas sobre obesidade, subsidiando mutilações bariátricas e destribuindo gratuitamente medicamentos para hipertenção, interferissem radicalmente nos currículos das faculdades de nutrição e, principalmente, começassem a tratar com chicote os donos de restaurantes, lanchonetes e padarias, as coisas seriam bem diferentes... (isto, claro, sem perder a ternura!)

2 comentários:

  1. enquanto isso na guerra civil da Siria...
    https://www.youtube.com/watch?v=mgwO6oni-wY

    ResponderExcluir