"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

A idéia quase genial do Trump de armar professores...


"A nostro avviso la famiglia é e deve restare la cellula madre della società fascista..." 
Antigo proverbio italiano

 Sinceramente, sem nenhum sarcasmo, achei quase genial a idéia do Presidente Trump de armar os professores para combater a onda de massacres que vem ocorrendo nas escolas americanas.  
Afinal, se a grande maioria dos professores dos últimos séculos, através das letras, do giz e de gritos condenou o mundo à ignorância e à mediocridade que bem conhecemos, quem sabe agora, através das armas, não consigam do dia para a noite, promover um UP neste patético cotidiano e nesta ordinária existência!.. 
E depois, aqui pelos lados da América Latina, quem é que ainda não ouviu uma TIA neurastênica, com uma régua na mão, esbravejar o velho refrão espanhol: "la letra con sangre entra"? Claro que seria cômico e bizarro ver a maioria de nossos professores, inclusive os universitários, que não sabem nem descascar uma laranja ou trocar uma lâmpada, ministrando aulas com um rifle a tiracolo ou com uma AR 15 sobre o birô ao lado de um arcaico e caduco dicionário de latim...  Quanto aos alunos, independente das idéias do Trump e do nível escolar em que estejam, se torna cada vez mais urgente a leitura do PEQUENO LIVRO VERMELHO DA ESCOLA (Do estudante), escrito por Jesper Jensen e Soren Hansen, proibido e demonizado nos anos 80. 






2 comentários:

  1. Coitados dos professores...só levam! Imagine ter lhe dar com a neurastenia acumulada que cada aluno traz de sua casa...

    ResponderExcluir
  2. Deviam distribuir armas para o movimento estudantil. Assim, da próxima vez que invadirem nossas universidades e escolas (no Brasil, geralmente milicos e policiais, eventualmente traficantes armados), esses porcos serão recebidos a balas. Já imaginaram se os acontecimentos de maio de 68 tivessem evoluido para a tomada de poder do Estado Francês pelo movimento estudantil? Como será que seria o controle das ogivas nucleares francesas nas mãos dos estudantes?

    ResponderExcluir