"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

O mendigo K e os deuses do Olimpo...



10 janeiro de 2018 - Encontrei o mendigo K nas imediações de uma escolinha fajuta de filosofia que se espalhou pelo Brasil afora e que tem recrutado vinte ou trinta otários semi-afabetizados: estava furioso e indignado. Com quê? perguntei-lhe. Ele remexeu a barba e fuzilando-me com um olhar quase assassino retrucou: indignado com a condição precária e vagabunda da espécie, com esse comportamento tosco e generalizado. Com a impossibilidade de fazer uma relação e um diálogo sóbrio, adulto e real com quem quer que seja. Enfim, com o mau caratismo, o complexo de impostura e o cabotinismo sem fim e vigente... 
Não entendi muito bem a que ele se referia e ele, com um ar cínico completou: Bazzo, lembrando a Cioran, não foi por acaso que os deuses do Olimpo, quando vinham à terra, vinham em forma de animais... isto pode nos dar uma idéia da visão e da estima que tinham pelos homens... (explodiu numa gargalhada)...

Nenhum comentário:

Postar um comentário