"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Cada dia mais transtornadas 2...

Bianca Bin incentiva mulheres a praticar ritual com menstruação




Atriz é adepta de prática chamada 'plantar a lua', que defende a 'devolução' do sangue para a terra (revista veja)

Por Da redação
access_time 3 jan 2018, 18h57 - Publicado em 3 jan 2018, 18h27 

Bianca Bin como Clara em ‘O Outro Lado do Paraíso’ (Marília Cabral/TV Globo)
Bianca Bin publicou uma série de imagens em seu Instagram, na seção stories (com fotos e vídeos curtos que desaparecem após 24 horas), que falam sobre o ritual de jogar sangue menstrual em plantas. “Mulher, devolve seu sangue para a terra. Além de ser um momento único de entrega e libertação de paradigmas, é o seu momento de honrar tudo o que a terra te forneceu de alimento e energia para a tua caminhada entre cada ciclo”, diz uma das imagens publicadas em um perfil na rede social e repostada pela mocinha de O Outro Lado do Paraíso.
O ritual, chamado de “plantar a lua”, consiste na coleta do sangue menstrual – com o uso de coletores ou absorventes ecológicos, reutilizáveis – e no depósito do líquido em vasos de plantas e jardins. Algumas mulheres também escolhem sangrar direto na terra.

(Reprodução/Instagram)

(Reprodução/Instagram)
Bianca também publicou imagens que tratam da aceitação da menstruação pelas mulheres. “Como pode uma mulher dizer que se ama, se não ama algo tão parte de si quanto seu próprio sangue? Como uma mulher pode querer ser amada e respeitada se não honra a si mesma, completa e integralmente?”, diz um dos textos republicados pela atriz.
Em entrevista à edição de janeiro da revista Glamour, Bianca afirmou que pratica o ritual. “Sempre agradeço por esse sagrado feminino e planto a minha lua. Plantar a lua é devolver o sangue para a terra”, disse. “Uso o coletor menstrual e coloco o sangue nas plantas, diluído em água. É uma forma de fechar o ciclo. Isso mudou minha relação com meu corpo e com me entender mulher. O universo é uma grande potência feminina e é com essa força que busco me conectar sempre.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário