"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

domingo, 16 de abril de 2017

Do Estado de sitio e do patíbulo...


"Carecer de convicções a respeito dos homens e de si mesmo, esse é o elevado ensinamento da prostituição, essa academia ambulante de lucidez a margem da sociedade como a filosofia..."
E.M.Cioran

E a Odebrecht, com suas revelações quase metafísicas a respeito das últimas três décadas tem feito pela filosofia, pela antropologia, pela psicologia e pela sociologia mais até do que todas as academias e universidades juntas.
E continua surpreendendo e demonstrando que nossa espécie, além de cretina e vil tem um déficit cognitivo. 
Que ela, (a Odebrecht) por detrás das cortinas, tenha governado o país nos últimos trinta anos, isto não é uma grande novidade, mas que ela tenha até prostituído sindicalistas e índios... Ah, isto é bem mais do que um ato revolucionário! 
Como devem estar se sentindo as multidões que atendiam ao chamado dos sindicatos para iniciar ou para terminar uma greve? E aqueles que chegaram até a fazer greve de fome porque ainda acreditavam nas palavras de Trotski, de que: através da greve viria a revolução e através da revolução os trabalhadores e os operários fodidos conquistariam além do direito ao pão, também o direito à poesia?
E como ficam aqueles que acreditando no 'bom selvagem' de Rousseau, dedicaram idilicamente parte de suas vidas para, enfiados nas selvas, preservar a ética, a moral e a integridade de nossos nativos?
Sem nenhum moralismo babaca, é instintivo voltar a perguntar-se: quando é, afinal, que os párocos da república irão decretar Estado de sítio? E quem levantará a primeira viga do patibulo?

5 comentários:

  1. ezio quem é o autor desta pinturas dos veados almoçando e o disco voador sobre eles? é o Magritte ?

    ResponderExcluir
  2. http://veja.abril.com.br/brasil/odebrecht-pagou-propina-ate-para-indios/

    ResponderExcluir
  3. Onde está a livraria das absurdidades? Onde estão seus livros?

    ResponderExcluir
  4. http://veja.abril.com.br/brasil/odebrecht-delatores-citaram-415-politicos-de-26-partidos/

    ResponderExcluir