"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

terça-feira, 7 de março de 2017

Gleisi Hoffman, Aristófanes e a greve de sexo...


Para ouvir a sexóloga Rita Lee clicar no canto esquerdo da faixa...




Sem nenhum exagero, a noticia dada pela senadora Gleisi Hoffmann de que amanhã, dia internacional das mulheres, elas farão greve geral no Brasil, inclusive greve de sexo, me causou um entusiasmo raro e um interesse bibliográfico e psicopatológico que me fez desmontar praticamente uma das prateleiras de minha casa em busca de um pequeno livreto de Aristófanes (traduzido por Millor Fernandes) sobre a greve de sexo na Grécia antiga, deflagrada para obrigar os homens a acabarem com uma das tantas guerras idiotas daquele tempo....  Nem Trotski (o teórico-mor das greves) poderia imaginar que essa parte tão obscura, tão macia e sutil do corpo seria usada para tal fim...
Eu, que costumo dar uma cochilada depois do almoço, até esqueci. Fiquei tão ligado nesta novidade, porque ela me parece ser a chave fundamental para entender o quanto ainda vivemos numa ficção e numa irrealidade absoluta a respeito, inclusive, deste assunto. Greve de sexo? Ora! Mas as mulheres vêm fazendo greve de sexo há tanto tempo!!!
O que realmente causaria uma convulsão social e até o início de uma Nova Era seria se a ilustre senadora declarasse e 'liberasse' suas companheiras exatamente para o contrário. 
Não acreditam? Então perguntem a qualquer babacão (conhecidos também por esposos) que encontrarem por aí quanto já dura a greve e a abstinência em sua casa. Perguntem a elas próprias se ainda se lembram da coreografia, dos gemidos e dos aromas desse ritual primitivo que, além de provocar gozo, engravida e é fundamental para a regularização de todos os hormônios. Enfim: como amanhã, além de faltar água faltará também libido, é bom prevenir-se. Encher a caixa d'agua e voltar cedo para casa hoje. Feliz noitada!
______________________________________
EM TEMPO - (um pouco de psicologismo) Para as mulheres, fazer uma greve destas é mole, uma vez que o fascínio delas, ao invés de ser pelo corpo do pai, foi sempre pelo corpo da mãe. 

7 comentários:

  1. Puedes descargar el libro de Aristofanes - Comedias III en http://ebiblioteca.org/?/ver/84739

    ResponderExcluir
  2. http://veja.abril.com.br/saude/saiba-com-que-frequencia-os-solteiros-fazem-sexo/

    ResponderExcluir
  3. https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2015/02/07/por-que-os-japoneses-estao-perdendo-o-interesse-por-sexo.htm

    ResponderExcluir
  4. http://amoresexualidade.blogs.sapo.pt/18970.html

    ResponderExcluir
  5. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2017/03/08/internas_polbraeco,579025/e-preciso-empoderar-a-mulher-violentada-diz-a-juiza-glaucia-foley.shtml

    ResponderExcluir
  6. Vamos pelo menos sonhar com essas matriarcas Bazzo. A gente não supera o "cordão umbilical" que temos com elas. ahahhaahahahah

    https://www.youtube.com/watch?v=gG2sLpr5U38

    ResponderExcluir
  7. http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2016/03/movimento-mais-intolerante-que-ja-conheci-diz-ex-feminista-sara-winter.html

    ResponderExcluir