"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Portugal: um pequeno Brasil! Brasil: um imenso Portugal!...


Para ouvir a música, clicar no canto esquerdo da faixa...


Aqueles que vêm à Lisboa com a ilusão de ainda encontrar nos restaurantes aquelas simpáticas e coradas senhoras portuguesas de avental e lenço na cabeça indo de mesa em mesa cantarolando um fado de Amalia Rodrigues e perguntando se a bacalhoada está no ponto, podem tirar o cavalo da chuva. Agora, quem quer comer comida portuguesa de verdade, feita e servida por portugueses deve ir ao Canada, à Australia, aos EEUU ou mesmo a São Paulo. Por aqui, atualmente, nas cozinhas, só se vê cozinheiros improvisados da Índia, da China, da Angola e até do Brasil. Mesmo os bolinhos de bacalhau e os pastéis de Belém, que ninguém desconhece, são bem mais originais os que se come por lá na Mooca (em São Paulo), ou numa mixuruca padaria da Asa Norte (em Brasília). Enfim, como diriam os escolásticos velhinhos da Escola de Frankfurt: são as colônias de outrora se vingando, enrabando e devorando por dentro a antiga metrópole...

2 comentários:

  1. Essa música do Chico é muito linda! O Georges Moustaki,gravou ela em francês,uma verdadeira obra de arte.. Um crime não escutá-la.. Rogério

    ResponderExcluir
  2. Como os bons restaurantes peruanos estão em Santiago...

    ResponderExcluir