"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 28 de abril de 2016

O que o mendigo K. espera do "novo" governo...


"Não me venham gritar, fazer teatro 
e pantomima de liberdade 
arrastando exaustos vossas correntes... "Vargas Villa




Hoje encontrei o mendigo K em frente a uma igrejinha grega que existe ali na Asa Norte. Confessou-me estar buscando uma seita para filiar-se. Falou alguma coisa rápida sobre o impeachment da presidente, sobre o caos da política nacional e me confidenciou: a única coisa que espero do "novo"governo (novo entre aspas) é que construa uma ferrovia em zigue-zague que vá do Rio Grande do Sul até Roraima. Uma ferrovia mais ou menos nos moldes daquela chinesa que vai de Pequim a Xangai, ou mesmo da Transiberiana, cruzando pelas montanhas catarinenses, pelos antigos cafezais de SP, pelos pântanos de Mato Grosso, que margeie o Rio São Francisco de Minas Gerais até Alagoas, que faça uma parada em Goiás Velho, que cruze pelas ruínas dos antigos garimpos no Pará, que diminua a velocidade no litoral baiano e que faça um stop de quatro horas em Bom Jesus da Lapa. Um trem que disponibilize um vagão especial no trecho João Pessoa/Roraima, que faça uma parada estratégica quando cruzar a linha do Equador, etc, etc. E que a volta possa ser feita pelo interior da selva Amazônica, no meio de tigres, serpentes, jacarés, setas envenenadas, morcegos, mosquitos, nativos enfurecidos e por sobre as águas do Rio Solimões...
Só isso já seria uma maravilha, uma fonte inesgotável de alegrias e até de felicidade. Que o euro continue nas nuvens, que o preço dos remédios tenha mais um aumento de 60%, que os assaltos e os homicídios tripliquem, que as escolinhas continuem aos pedaços e como pequenas penitenciárias, que as macas nos corredores dos hospitais lembrem a Idade Média, que os pimentões e as  batatas continuem envenenados, que o desemprego atinja níveis nunca vistos (ver O direito à preguiça, de Paul Lafargue; A arte dos ociosos, de Hermann Hesse ou o Elogio ao ócio, de B. Russel)... tudo isso será secundário...
Enquanto falava, com a ponta do sapato ia traçando o mapa do Brasil na poeira da rua e marcando cada uma das paradas principais dessa ferrovia imaginária. E concluiu: um povo que não tem ferrovias é um povo condenado à tristeza e à miséria...



5 comentários:

  1. ezio cade a cagona da foto esqueceu de olhar esta outra foto ou meme ficou jóia esse cocô esquerdopata...hummm que cocô jóia...

    https://pbs.twimg.com/media/ChEdLbxW0AA9jEP.jpg

    ResponderExcluir
  2. vereador do PT de Florianópolis explica o site pornô que apareceu no seu computador durante a sessão...
    https://www.youtube.com/watch?v=lFJ75iDDSHg

    ResponderExcluir
  3. momento exato em que o vereador de floripa foi flagrado...

    https://www.bemparana.com.br/noticia/440929/vereador-de-florianopolis-e-flagrado-acessando-site-porno-na-camara

    ResponderExcluir
  4. voces nao viram nada ainda, clica aqui pra ver
    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/04/ela-e-um-monstro-diz-marido-de-professora-suspeita-de-pedofilia.html

    ResponderExcluir
  5. http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/04/1766321-em-evento-na-puc-ciro-gomes-diz-que-temer-e-salafrario-dos-grandes.shtml

    ResponderExcluir