"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 13 de abril de 2016

O porvir de uma ilusão...

Como diria Freud, citando a Heine: "O céu o abandonamos aos pardais e aos anjos"(p. 2988 - El porvenir de una ilusión).



Um comentário:

  1. essa japa morena parece a reencarnação do diabólico Paganini.
    ROGÉRIO.

    ResponderExcluir