"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

E se o Ziika inviabilizar as olimpíadas?

"E o Dr. Rieux, que olhava para o golfo, pensava nas fogueiras
citadas por Lucrécio e que os atenienses atacados pela doença acendiam à beira do mar. Levavam os mortos para lá durante a noite, mas o lugar era pequeno e os vivos batiam-se a golpes de archote para colocarem os que lhes tinham sido queridos, sustentando lutas sangrentas para não abandonarem os cadáveres. Podia-se imaginar as fogueiras rubras
diante da água tranqüila e escura, os combates de archotes na noite crepitante de fagulhas e densos vapores envenenados subindo para o céu atento. Podia-se recear. . ."
Do livro A PESTE, de A. Camus 





Apesar dos desmentidos diplomáticos e da mentirada burocrática, já começou a circular pelo planeta afora a idéia e a possibilidade dos atletas do mundo inteiro, com medo do mosquito, não virem participar das Olimpíadas no RJ.  É evidente que poderia ser diferente se, pelo menos, tivessem despoluído a lagoa, desratizado os bueiros, mudado a rota dos esgotos e amenizado os mangues...

Em tempo: Independente do pobre Aedes aegypti, um estudo mais ou menos recente aponta 36.194 mortes e 65.102 internações na rede pública de saúde do Rio devido à poluição, sendo 14 mortes por dia em todo estado, representando um gasto público de R$ 82 milhões, entre 2006 e 2012. Quer mais?

Portanto, é mais do que compreensível que até os atletas do Kênia já ameaçam abandonar a idéia de vir à cidade maravilhosa. 
E digo até, porque o nome Zica dado a esse vírus, é uma referência a uma floresta de mesmo nome que existe na República de Uganda, onde o vírus foi identificado por primeira vez na década de 40. 
E a bizarrice e o alarme aumenta quando se descobre que o Kênia, justo o Kênia, faz fronteira com a Uganda (atenção: eles sabem do que se está falando)... 
Sem preconceitos idiotas, mas isto nos faz lembrar e associar essa estória com aquela música dos anos 70, cantada por dois baianos, que dizia: o Haiti é aqui...



10 comentários:

  1. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/02/11/interna_cidadesdf,517337/dengue-avanca-na-rede-privada-do-distrito-federal.shtml

    ResponderExcluir
  2. http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/dilma-pede-ajuda-a-igrejas-no-combate-ao-aedes-aegypti

    ResponderExcluir
  3. http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/sob-o-imperio-do-mosquito-cidade-de-sp-tem-30-diagnosticos-de-dengue-por-dia/

    ResponderExcluir
  4. http://oglobo.globo.com/brasil/diretor-medico-do-coi-descarta-adiar-ou-cancelar-os-jogos-por-temor-ao-zika-18654635

    ResponderExcluir
  5. http://oglobo.globo.com/esportes/zika-nao-um-tema-olimpico-diz-prefeito-eduardo-paes-18659242

    ResponderExcluir
  6. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/02/13/interna_cidadesdf,517644/dengue-cresce-240-no-df-com-1-794-casos-registrados-so-neste-ano.shtml

    ResponderExcluir
  7. ezio, o governo estava envenenando a agua pra combater o mosquito da dengue e acabou nos envenenando e trazendo o zika, o RS já proibiu o uso do larvicida, veja o link

    http://epoca.globo.com/tempo/filtro/noticia/2016/02/governo-do-rs-suspende-larvicida-pyriproxyfen-depois-de-estudo-que-associa-produto-microcefalia.html

    ResponderExcluir
  8. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/02/15/interna_cidadesdf,517758/criadouros-do-distrito-federal-expoem-a-populacao-ao-aedes.shtml

    ResponderExcluir
  9. http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2016/02/18/interna_cidadesdf,518297/inseticidas-adotados-pelo-ministerio-da-saude-nao-combatem-o-aedes.shtml

    ResponderExcluir
  10. Acredite se puder...
    http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/gdf-vai-investigar-maquiagem-durante-acao-oficial-de-combate-a-dengue/

    ResponderExcluir