"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Como escreveu Borges: "Estaba poseído por el espejo: ni siquiera trató de alzar los ojos o de volcar la tinta". IN História universal de la infamia, p. 327.


Nenhum comentário:

Postar um comentário