"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

domingo, 31 de maio de 2015

Nero e o profiteroli...

Apesar das escavações, das ruínas, dos milhares de anos de história, das pedras sacralizadas, dos representantes de deus, apesar da Via del Corso, da via Condotti, da piazza de Spagna, das memórias de Nero, de Adriano, de Marcherita de Savoya, de Vittorio Emanuele II e de Cleopatra, apesar de tudo, o melhor que se pode fazer em Roma num domingo como este é comer um profiteroli...

Nenhum comentário:

Postar um comentário