"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

domingo, 18 de janeiro de 2015

PENA DE MORTE - Bolsonaro e a questão da liberdade de expressão...


3 comentários:

  1. não vou entrar nessa guerrinha direita-esquerda do qual esse milico débil mental gosta de participar. Tudo farinha do mesmo saco, Bolsonaro e esquerda (leia-se governo atual). O traficante não é menos criminoso do que essa corja de vagabundos que o povo, o maior burro dessa história toda, elege de quatro em quatro anos. O Estado é muito mais bandido do que esse traficante executado, os representantes desse Estado de merda, é muito mais criminoso!

    ResponderExcluir
  2. Mas que data é essa ? 15/02/2006

    ResponderExcluir
  3. Pois é. Data de 15/02/2006 e ainda o "documento" diz que quem apelou pela vida do traficante foi o "Presidente Lula". Por mais escroto que esse Bolsonaro seja isso não tem cara de documento oficial. Enfim a política dá nojo até quando a gente percebe que ninguém presta e que dinheiro não tem pátria, família, partido, religião. Dinheiro é dinheiro e é isso que importa nessa merda de mundo!

    ResponderExcluir