"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O VOO DA TAM & Jucelino Nóbrega da Luz o nosso Nostradamus...


Juscelino Nóbrega da Luz está causando paranóia entre os passageiros do voo TAM, do dia 26 de novembro, São Paulo Brasília ao afirmar e até registrar em cartório que o avião se estatelará na Avenida paulista. Se der certo, merece ser imediatamente canonizado, (eu mesmo queimarei incenso sob as barbas desse charlatão), se errar, lhe fariam bem uns 200 chicotaços. 
Para uma sociedade que acredita mais em um deus imaginário do que em seu vizinho com quem desce o elevador todas as manhãs, para uma sociedade intoxicada com crendices primitivas e misticismos baratos a premonição de Juscelino está tendo quase peso de lei. 
Agora.., uma coisa é certa: se o piloto fizer parte desse time e dessa confraria, (o que é bem provável) e não estiver com seus exames neurológicos em dia, todo cuidado é pouco... e alterar o bilhete é pertinente...
É incrível que por mais que se tente, há uma insistência de nossa gente em não querer sair da Idade Média!

6 comentários:

  1. Pobre humanidade sempre a mercê das religiões e de seus deuses idiotas.. Abraço Bazzo.. Rogério Mukanga..

    ResponderExcluir
  2. Às vezes a tal "crendice idiota" é a única luz na beira do precipício...Tentar agarrar essa luz evita o homicídio físico... Cada qual tem suas fraquezas e seus motivos, e deveríamos respeitar-nos...

    ResponderExcluir
  3. Falha minha no texto acima... Onde tem HOMICÍDIO é SUICÍDIO.

    ResponderExcluir
  4. Bazzo, seu ceticismo não é absoluto. Tanto que você deixa claro que, por via das dúvidas, seria melhor viajar em outro voo...

    ResponderExcluir
  5. Só faltava queimarem livros no Brasil, está perto de acontecer vejam o link abaixo e as fotos, a notícia é recente:

    http://medob.blogspot.com.br/2014/10/a-maquina-de-brincar-livro-satanista.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se começassem pela bíblia, por mim estaria tudo bem!

      Excluir