"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

O rebanho e suas celebridades...

Quem quiser começar o ano com um bom purgante e com algumas convulsões estomacais não pode deixar de ver na última e manjada Revista Forbes a cara e os nomes das "100 celebridades mais influentes no Brasil", eleitas não sei exatamente como e por quem, mas com certeza por um "comitê de sábios!" Inacreditável! Olhem fixamente para os olhos desses larápios que, apesar de não fazerem mais do que sugar e agravar a estupidez e o desnorteamento do rebanho são colocados em pedestais como mestres e personalidades... A experiência é inesquecível... Como é que se chegou a tanta patifaria - por um lado - e a tanta submissão e paciência, por outro? Como é que fomos nos apequenando e deixando que nos submetessem desse jeito, sem reagir, quase catatônicos, sorridentes como cabras e intimidados até os ossos? Não lhes parece um convite ao fechamento das universidades? De onde surgiu esse sentimentalismo doentio, essa carência e essa cretinice que nos faz santificar um patife atrás do outro e até a queimar incenso a seu cinismo???
Aproxime o vomitório do focinho e veja, pelo menos, quem são os primeiros "célebres" da lista:

Pelé, Paulo Coelho, Neymar, Gisele Bündchen, Roberto Carlos, Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Ivete Sangalo, Silvio Santos, Fausto Silva, Mauricio de Sousa, Luciano Huck, Luiz Felipe Scolari, Xuxa, Felipe Massa, Ana Maria Braga, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Chico Buarque, Caetano Veloso, Romero Britto, Michel Teló, Alex Atala, Rodrigo Santoro, Erasmo Carlos, Luan Santana, etc, etc, etc...

Bah!!! É evidente que alguém está gozando de nossa cara e que, neste cenário cretino, estamos todos condenados e para sempre ao ridículo, a pequenez e ao subdesenvolvimento!
_____________
Observação: e é importante lembrar que estou escrevendo estas linhas aqui na orla de Itacaré (Bahia), inundada soberbamente por esgotos e onde tudo, ao redor, parece emergir da pré história...

Um comentário:

  1. Bazzo, descobri este seu texto na internet.

    http://cagaderodiablo.webcindario.com/n1/01.pdf

    ResponderExcluir