"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

sábado, 20 de julho de 2013

Oxalá, o suposto despertar não seja apenas uma crise de sonambulismo...

Quem assistiu a "reunião de emergência" no Rio de Janeiro entre o governador, o chefe da polícia, o chefe da OAB, um general do exército e outros especialistas em "manter a ordem pública" ficou boquiaberto com a limitação mental desses homens. Parece que estão com o cérebro enterrado na areia movediça!!! É impressionante como não conseguem pensar algo novo! Deixar a mente e as idéias fazerem outro trajeto! Olhar o mundo e as coisas por outro ângulo! Só sabem raciocinar com a lógica dos velhos e broncos portugueses quando precisavam pisotear os Carijós que ocupavam a praia do Flamengo ou os Tupinambás no sopé do Pão de Açúcar. Ao invés de discutirem formas de atender imediatamente as reivindicações dos "vândalos" (já que elas são todas pertinentes, lógicas, verdadeiras, inquestionáveis),  ficam tentando descobrir  formulas novas e policialescas para manterem-se no poder e para sufoca-los, inclusive, com um conceito de anarquismo mais retrógrado e estúpido que o dos velhos Czares da era pré Dostoievski. Inacreditável! Tão inacreditável como o argumento do governador, de que os "vândalos" e a quebradeira estão sendo incentivadas do exterior.  Ora! Todos sabemos (e isso nos causa vômitos) que o poder que uma governança possibilita a esses crápulas, aqui nos trópicos, é demasiado, e que o narcisismo desses homens é tão desmedido e desprezível que não os deixa ver que quem incentiva todo e qualquer tipo de violência no país são eles. Sim, eles, esses Zés ninguém que de uma hora para outra viraram "autoridades" e que com seu cinismo desbragado vivem como se fossem gerentes tribais ou monarcas... Cada um com sua tirania impotente... 
E o papo transcendental do general do exército, que está organizando a proteção do papa!?!? Também é inacreditável que os milhares e milhares de soldados do exército, saudáveis e bem alimentados, (ao invés de passarem o dia inteiro marchando dentro dos quartéis, lustrando metralhadoras e preparando-se para uma  fictícia guerra com a Bolívia ou com a Argentina, no porvir, e que poderiam estar há muito tempo construindo estradas de ferro de Foz do Iguaçú à Manaus) se prestem a sub-tarefas sem sentido como as de proteger campeonatos de futebol ou passeios turísticos de chefões religiosos. Duas das principais usinas do epidêmico subdesenvolvimento nacional... 
Enfim, tomara que não estejam enganados aqueles que, vendo as fogueiras, as bombas, os gritos, o tiroteio, o estalido das vidraças do Leblon, o cheiro de gasolina, os bancos depredados... acreditam que o país  despertou de sua catalepsia esplêndida... 
De minha parte, vendo as estratégias desses senhores e o Congresso Nacional em férias, tenho dúvidas.... Oxalá, estejamos realmente diante de um despertar, e não de mais uma banal crise de sonambulismo.

4 comentários:

  1. Poatzzzzzzzz, nem falar!

    Faço minhas as palavras da Céu

    Sonâmbulo

    Numa espécie de limbo
    O sonâmbulo anda feito pêndulo
    Ora pende dormindo, ora pende contra o tempo
    E faz deste inimigo, atrasado, correndo
    Justifica um vazio interno, imenso
    Fugas mentais ocupam os pensamentos
    E se torna incapaz de ocupar a si mesmo
    TVs, zines, jornais, químicas num intento
    Bloquear os canais
    Domesticar seus anseios

    É bom desconfiar dos "bons" elementos

    Feito histórias de Moebius vão tirar sua visão
    E te dar olhos passivos adequados ao padrão

    ResponderExcluir
  2. Você falou Ezio!! Falou e disse. Que os mortos morram, que os sonâmbulos acordem, que os vivos tomem conta do pedaço, meu irmão!!!

    ResponderExcluir
  3. Poatzzzz again!

    Sujeito muito simpático vc! Percebi que alterou a foto do perfil. Um gato! Adorei

    "Minha alma está quebrantada pelo desejo" - Clarice Lispector

    ResponderExcluir
  4. Visite o endereço abaixo e se associe

    https://atea.org.br/

    ResponderExcluir