"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

segunda-feira, 29 de julho de 2013

E no céu... nada de sexo... (se consolem que a idiotice está globalizada...)

Domingo a tarde no Speakers corner. (Hyde Park)
Enviado por minha correspondente em Londres

6 comentários:

  1. Entrei no "site" que está no cartaz, é de uma doença mental preocupante.

    ResponderExcluir
  2. "Entrei no 'site' que está no cartaz, é de uma doença mental preocupante."

    Há uma neurocientista prevendo que, de acordo com os avanços na área, no futuro fanáticos religiosos poderão ser curados. Temo que ela esteja sendo muito otimista. Vejam: https://plus.google.com/106029291302989962624/posts/9aDNtGZU4hf

    No site do cartaz, uma das pérolas é o livro desse cara que diz ter passado 23 minutos no inferno cristão:

    "Bill Wiese saw the searing flames of hell, felt total isolation, and experienced the putrid and rotting stench, deafening screams of agony, terrorizing demons, and finally, the strong hand of God lifting him out of the pit."

    Wikipédia: "23 Minutes in Hell spent at least three weeks on the extended New York Times Best Seller list for paperback nonfiction."

    ResponderExcluir
  3. Sugiro ignorarmos esse circo. Pra que discutir a crença ou a 'doença' do outro?
    É tanta babaquice enraizada no mundo que mew... nem falar!

    Em protesto, vamos todos continuar fazendo muito sexo, (antes que a vida acabe) e a gente se perceba no paraíso frígido e sem graça.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordarei, anônimo das 10:37, quando meus impostos não financiarem mais esse "circo", e quando não houverem ingerências dessa gente na política, que afetam a toda a sociedade (cuidados à vítimas de estupro, planejamento familiar, utilização de preservativos para frear o avanço da AIDS, discriminação de homossexuais e mulheres, e um longo etc).

      Excluir
    2. Anônimo das 10:30 de 30 de julho, você não poderia ter colocado melhor. Não sou contra religião porque tem gente que precisa desse tipo de coisa pra viver. O único problema é quando eles tentam interferir nas vidas dos outros. Que surpresa, os livros sagrados comandam que interefiram na vida dos outros!

      Excluir
  4. Olha.. a crítica nesse caso é tão válida quanto ineficaz. O que é mesmo que o Sr. tem feito para modificar os status quo? Acha mesmo possível acreditar que a ingerência é unilateral?

    ResponderExcluir