"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

terça-feira, 17 de abril de 2012

É o homem que eu sou que me faz misantropo...


Para que vejam o nível técnico e de modernidade em que nos encontramos aqui na Capital da República só hoje a polícia conseguiu pegar um dos ladrões mais procurados por aqui que roubava lojas, postos de gasolina etc., e que o fazia sempre à cavalo. Que tal? Para completar essa bizarrice, seu receptador, isto é, aquele que comprava dele o material dos roubos é um homem de 61 anos, isto é, já com um pé no outro mundo...
Os professores do DF continuam em greve. As crianças, que por unanimidade acham a escola uma chatice e uma mini penitenciária, estão eufóricas. É bobagem achar que se está perdendo alguma coisa com essa paralização escolar, pois as tevês estão cada dia mais atraentes, em especial para as crianças, os velhinhos e as donas de casa, não é verdade? Substituem perfeitamente os currículos principalmente no que diz respeito ao lúdico e ao trágico-cômico dos livros escolares. Aliás, desde o defunto Chico Anízio é moda e todo mundo no Brasil até acha que o humor, as piadas, as gozações revolucionam os cérebros, fazem bem ao corpo e à mente, até mesmo para a saúde mental, não é verdade? Para atolar o populacho na alienação, então... é uma maravilha!!! Prestem atenção no número de chanchadas disponíveis no seu telão de dois metros quadrados. O Datena acaba de inaugurar mais uma. Mas existe o CQC; A Praça é Nossa; os caras do Pânico; Os Cassetas; Agora é tarde; o Jô; Zorra Total; o Ratinho; a XUXA (essa nem sei se existe ainda); um clube do tal Stand Up em cada esquina, etc., etc., etc.,. Mesmo que se ensinasse filosofia, antropologia, psicologia, sociologia e astronomia já no pré-escolar, nossas crianças não teriam chances de escapar dessa tv-escola para dementes, desses malandrins "comediantes" e dessa má índole generalizada.
Não sei se você já se interessou em saber o que é NIILISMO. Não importa. Mesmo ali no Wikipédia você vai encontrar uma definição satisfatória: [É a desvalorização e a morte do sentido (...) Quando os valores tradicionais depreciam-se e os "princípios e critérios absolutos dissolvem-se". "Tudo é sacudido, posto radicalmente em discussão. A superfície, antes congelada, das verdades e dos valores tradicionais está despedaçada e torna-se difícil prosseguir no caminho, avistar um ancoradouro]. Pois bem, a foto do Lula no leito do Sarney gerou esse sentimento até mesmo entre os mais cegos, estrábicos e míopes seguidores do homem de Garanhuns... Cinco vezes por dia abro o Dictionnaire du parfait cynique, de Roland Jaccard e escolho ao azar uma frase para mantra. A desse momento foi esta: "C’est l'homme que je suis qui me rend misanthrope".

9 comentários:

  1. A comédia brasileira já chega ao extremo ao ridicularizar a mulher e suas capacidades, expondo ao ridículo aquelas que tentam, por alguma sorte, encontram um homem que valha. Sim, estou falando do zorra (porra) total, que a querida tem que aceitar qualquer um porque "nao consegue nada". Sim, sim, globeleza é tudo! Não é de se pensar em ir contra a liberdade de imprensa e comédia, nos dias de hoje, já que ela só faz regredir?

    ResponderExcluir
  2. Mesmo quando escolhemos alguma liberdade, ela nos aprisiona."A palavra disfarça a alma como a veste disfarça o corpo. Ai de nós se alguma vez dissessemos a verdade!" (Mesmo porque poucos podem dizer a verdade...)

    ResponderExcluir
  3. E o Canibalismo chocando a sociedade...

    http://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2012/04/13/interna_nacional,288634/trio-de-assassinos-de-pernambuco-vendia-salgados-feitos-com-carne-de-vitimas.shtml

    ResponderExcluir
  4. Ezio, creio que estou passando por uma experiência única, porque até então, não conheço ninguém que esteja sendo perseguido pelo Estado por ter rejeitado um governo corrupto, e ainda permanecer vivo. Durante esses últimos dezesseis anos, vivendo sob monitoramento, presenciei que "todos" têm o seu preço; talvez 1% tenha se mantido "fora do esquema" por medo ou covardia. Venderam-me por "coisas", desde uma gratificação até imóveis. Aqui na Empresa, alguns me perseguiram sutilmente, afinal foram ordens de cima; mas outros tiveram prazer em me massacrar, sem me conhecer, e vangloriavam-se ao telefone com a frase ao interlocutor(o mestre em técnica de tortura psicológica) que estaria do outro lado do telefone: " - Estou tirando de letra, ela daqui há pouco vai se desestruturar totalmente, e quando vão instalar os aparelhos lá em casa? (risadas)"... Um outro foi mais longe, disse-me, diretamente, que iria "cortar as minhas pernas" e que jamais eu "andaria" dentro da Empresa... O último mandou eu entrar de licença médica para cuidar da minha saúde, até eu me aposentar... A natureza humana é podre. Se houver uma ordem de superior para inserir um empregado na produção, o pedido é esquecido; mas se a ordem for para massacrar, isso eles o farão com maestria, afinal são todos contra apenas um, é igual a chutar cachorro morto. O que será que deve passar por essas mentes lacaias e perversas? Talvez nenhum deles tivesse tido, algum dia na vida, culhões para chutar um cachorro vivo (como eu fiz com o governo do FHC), então devem se deliciar em serem medíocres. É no meio dessa gente que eu passo oito horas do meu dia...Se eles soubessem o que se passa pela minha mente enquanto eu os observo...(Ha, estou entrando na menopausa, e meus hormônios endoidaram de vez. No período de ovulação nem eu me aguento, sobra até para o meu papagaio. Hoje eu recebi uma notinha dizendo que eu sou bipolar, mas acho que quem é "bipolar" são os viados dos psicólogos que estão me analisando, que mantêm suas "esposas" em casa, e saem trepando com os "meninos" no horário do almoço...Pense se alguém que trai sua própria natureza tem condições de analisar alguém? Por favor, eu não sou homofóbia, mas não acredito que essa raça tenha discernimento para analisar o comportamente seja lá de quem for...)

    ResponderExcluir
  5. Quando a coisa é feita entre indivíduos da mesma espécie provoca essa comoção toda...

    http://www.necropatia.com/2012/04/familia-canibal-matava-comia-e-vendia.html

    ResponderExcluir
  6. Brrasília, um dos ícones da arquitetura modernista. Um assaltante cavaleiro e um ancião receptador dando trabalho para a polícia mais bem paga do país. Não posso deixar de nutrir certa simpatia por esses criminosos...

    ResponderExcluir
  7. olá moralistas cristão e comunistas e todos estes que acreditam que o fim último do homem é sua preservação, aprendam a escrever, sempre, sempre, vocês escrevem paralisação com Z. Pô,de novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é cômico que esse idiota aí (enfiado no anonimato) ainda esteja preocupado em saber se devo escrever paralização com Z ou com o S! Gostaria imensamente que esse tipo de Kagão fosse chupar um prego. Ezio Flavio Bazzo

      Excluir
  8. É muito mais interessante ler um bom texto com um erro de português, do que ler um texto com português impecável, mas vazio e cheio de balelas como os gramáticos adoram 'discorrer'... Juro que mesmo que a palavra não estivesse em amarelo, jamais notaria a troca, e imagino que tenha sido feita de propósito como uma crítica ao sistema de ensino nosso que é uma farsa geral. Agora o Lula, depois de tudo que passou com o Sarney, deveria é deixar o velho lá se ferrar, só quem tem memória política e orgulho sabe o que fazer numa hora dessas.

    ResponderExcluir