"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 28 de março de 2012

BRICS-A-BRACS...


Quem é que não está se consumindo de inveja dos “sortudos” que acabam de chegar na Índia para participar das reuniões e dos coquetéis dos tais BRICS??? Se o populacho e seus descendentes que vivem com 512 reais por mês soubessem o número de vivaldinos da esquerda, do centro, da direita, ambidestros etc., que neste exato momento está circulando pelo planeta a fora por conta do Estado e sob o pretexto de estar “promovendo o Bem-Estar-Social-Planetário” entraria em colapso. UNESCO, ONU, FAO, BRICS, FMI, ACI, GATT, OMC, OIT, PNUD, OEA, ALCA, BID, CIC, BIRD, UIT, OMI, OMS, CEPAL etc., etc. Quem é que ainda duvida que a Revolução Francesa foi uma farsa e que a monarquia está mais vigente do que nunca???

Assuntos banais e quase sempre de interesse apenas das mesmas raposas, assuntos que poderiam muito bem ser tratados por telefone, por e-mail ou mesmo por telepatia, para os espertinhos políticos e burocratas são ótimos pretextos para viagens e diárias que nem Marco Polo imaginou. Badaladas reuniões internacionais com aviões, comitivas, corpos diplomáticos, seguranças, espias, maletas, curandeiros, maquiadores, intérpretes, puxa sacos, cozinheiros, fotógrafos, especialistas em historiografia, polígrafos…

Mas, sinceramente, me digam qual é o burocrata ou não burocrata que nunca sonhou em ir para a Índia e mais, com tudo pago? As noitadas de Nova Déli são imperdíveis! Ravi Shankar na penumbra dos cafés é quase um luxo só das castas superiores.! Olhar para aquela beleza exótica dos janelões das suítes do Taj Mahal Hotel é a glória… Ir comprar bugigangas para os subalternos e até uma sítara para a amante no Old Delhi Bazaar então, é tudo o que um diplomata menor sabe fazer! E, claro, mandar aqueles cartõezinhos idiotas aos amigos de infortúnio:

- Oí!!! Estou na Índia e lembrei-me de você!!! Sabe que até agora só vi mesmo gente com tipo de brâmane!!! Onde estariam os párias???Soube que um louco tocou fogo em sí mesmo numa rua próxima daqui... Meu Deus, como existe gente louca!!!

No outro dia escapulir da balela das reuniões e dar um pulo até a Déli antiga é de praxe… Ir à casa onde Gandhi viveu e foi assassinado é um programa demagógico inevitável e depois, claro, ir deliciar-se com uns cubos de carne cozidos ao creme du curry... E Jaipur? Apesar da pimenta indiana estar incendiando o rabo de todos, por que não dar uma escapadela até Jaipur? Ninguém é de ferro, não é verdade? Onde ficam mesmo os templos eróticos? Khajuraho? Ah! Que tal fretarmos um aviãozinho??? Ah, a Índia é tão grande e tão fascinante!!! Murmuram afetados e por telefone para com suas velhas e cúmplices secretárias... E depois concluem, meio melancólicos: Não sei como os pessimistas ainda insistem em dizer que a vida é uma desgraça!!!

Um comentário: