"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Só saio do cargo abatido a bala!!! Ou memórias do clássico lambe botas...

Como diria o vendedor de espanadores da esquina: "Tudo o que acontece uma vez pode nunca mais acontecer, mas tudo o que acontece duas vezes, acontecerá certamente uma terceira".

Nenhum comentário:

Postar um comentário