"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

NOS CONFINS DO TOCANTINS... 2




































Apinajé, Krahô, Xerente, Karajá, Javaé, Kayapó, Xikrin, Assurini, Karitiana, Karipuna, Bororô, Xavante, Tikuna, Caingangue, Guarani, Macuxi, Guajajara, Ianomâmi, Munduruki, Kayabi, Apiaká, Tariana, Baniwa, Maxacali, Terena, Pataxó, Potiguara, Náva, Kanindé, Pipipã, Kalankó, Kariri, Tupinambá, Kaxixó... E cito apenas algumas das mais de duzentas etnias que sobraram e que resistem...

Nenhum comentário:

Postar um comentário