"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

A LEITURA ENTEDIA E DÁ SONO... OU A ARTE COM SEUS LACAIOS E COM SUA LACAICE...

Uma das tantas casas londrinas que promovem leilões de obras de arte conseguiu vender ontem ou antes de ontem uma pintura de Picasso por 25 milhões de libras. Repito: vinte e cinco milhões de libras ou, se você achar melhor, 40 milhões de dólares. Até a caveira do velho espanhol deve ter se enojado e se indignado diante de tamanha canalhice e de tamanho despropósito, uma vez que não há lei, lógica, sensibilidade, razão, técnica, sentido, estética, fama, mística, sabedoria, imbecilidade que justifique esse valor. A obra (A leitura, 1932) da qual você já deve ter visto alguma reprodução por aí, retrata uma menina, - uma relação pedófila do pintor -  dormindo sentada e com um livro aberto no colo. É curioso que os que têm alergia e ojeriza às letras e os que odeiam livros ainda não tenham se dado conta de que podem muito bem usá-la contra ou em detrimento da leitura. 
Sinceramente, aqui entre nós, sem necessidade de nenhum cabotinismo: não é grande coisa! Conheço um pintor lá do interior de Goiás que tem telas até mais interessantes e que não consegue vendê-las nem mesmo por mixarias. Mas Picasso é Picasso!!! murmura em coro a ovelharada. 

4 comentários:

  1. Ezio talvez vc não entenda tanto assim de arte, a arte esta alem da estetica e Picasso é um marco historico pois criou um novo estilo uma nova escola reinventou que é a arte moderna.

    ResponderExcluir
  2. O Ezio pode até não entender de arte mas entende muito bem de absurdos e uma cifra desse valor, seja pra um quadro ou pra pagar salário de astro de futebol, de hollywood ou seja lá o que for é um absurdo maior do que se o Picasso tivesse uma pica de aço...

    ResponderExcluir
  3. Toda criança em idade escolar deveria escrever em um caderno de 150 fls.,seguidamente, linha após linha, a frase: "não há lei, lógica, sensibilidade, razão, técnica, sentido, estética, fama, mística, sabedoria, imbecilidade que justifique" o valor de (...) ou outro semelhante.
    Será que funcionaria?!?

    ResponderExcluir
  4. meu pai quando vê algumas das obras do Picasso diz: como alguém pode pagar milhões por um lixo desses? Ele tem razão. Nem uma merda duma pintura do Da Vinci também merece um valor absurdo desses.

    ResponderExcluir