"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

domingo, 12 de dezembro de 2010

Assim falou Paulo César Peréio

Um comentário:

  1. Pessoa sofrida na fala e no semblante, inteligente, é claro, mas um homem extremamente sofrido.

    ResponderExcluir