"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 17 de junho de 2010

J'étais Prophète quand Adam était encore entre l'eau et l'argile (Mohammed)

Diante das novas prisões de “concurseiros” é quase cômico ouvir os especialistas afirmando, e com voz grave, que a putaria é apenas pontual e que “o concurso público é um instrumento republicano inquestionável”. Será? Como o vestibular, não seria apenas a liturgia para a legalização de uma cadeia de negócios monarquistas e de perversidades? 

Diante dos acontecimentos dos últimos quatrocentos anos, da maneira como estão estruturados nossos serviços públicos e daquilo que realmente se exigirá do “felizardo” no exercício de sua função, não temos dúvidas de que seria muito mais ético, muito mais honroso e barato promover a seleção através da Loteria Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário