"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

BRASÍLIA - CINQUENTA ANOS DE PODRIDÃO...

A luta generalizada dos políticos, dos empresários e das instituições afins para que não seja decretada uma intervenção no GDF, apesar dos argumentos democratóides, é pura e simplesmente - porque temem que o interventor, como Pandora, volte a abrir o caixote e deixe escapulir o último e mais temido de todos os males que não tem nada a ver com "esperança", mas sim com o mapa completo, colorido e detalhado da bandidagem, podridão que vai muito além do que o populacho otimista e votante pensa. Mas não tenham ilusão! Não há solução. Com interventor ou sem interventor, não haverá solução. A “metastase” – mencionada por um dos ministros de plantão – chegou a tal ponto que só a morte do paciente pode eliminar o mal. E você aí, que passou esse meio século mamando, palitando os dentes e coçando o rabo na varanda, não adianta vir agora querer fazer-se de "indignado", de "vítima" ou mesmo de "guardião da dignidade"...

Ezio Flavio Bazzo

Um comentário: