"Meus textos são como o pão do Egito, a noite passa sobre eles e já não podes mais comê-los" (Rumi)

quinta-feira, 17 de julho de 2008

A ideologia do corpo


Aqueles que sempre tiveram dificuldades para entender por que o pensamento conservador e a prática reacionária vieram se eternizando pelos séculos afora ao chegarem à casa dos sessenta talvez comecem a desvendar esse mistério: É que o corpo é reacionário! A pressão alta, a taquicardia, a depressão, o diabetes, a cegueira, a surdez, a impotência e as tonturas são manifestações essencialmente antirevolucionárias e podem nocautear até o sujeito mais hedonista e o mais tagarela. O velho que se atrever a fazer um discurso libertário por exemplo - verá sua pressão, ainda ali diante da platéia ir lá para as nuvens; aquele outro que perder uma noite de sono não precisará esperar muito para ter que haver-se com sua disritmia; um charuto fumado apenas pela metade e eis a impressão de que os pulmões se desintegraram; um escorregão no boteco e eis que se despedaçou uma tíbia; um baseado e pronto, a nítida sensação de ter mergulhado no Alzheimer; uma refeição inadequada e eis o desmaio hipoglicêmico; meio copo de vodka e a impressão fulminante de estar com Parkinson; uma semente de cereja na gelatina e eis que se fratura um maxilar; um encontro fortuito com a antiga amante e eis que as armas já não se colocam mais à altura... Os vis patrulhamentos sociais que infestaram o planeta nos últimos tempos (antitabaco, antiálcool, antisexo, antidepressivos, antiterrorismo, antiautomóveis, antipornografia, antifeijoadas, antisol, etc.) e que sempre pareceram moralistas, policialescos e ideológicos eram, na verdade, - para nosso desalento - recomendações estritamente geriátricas.


Ezio Flavio Bazzo

Um comentário:

  1. a juventude francesa de maio de 1968 dizia: "nunca acredite em alguém com mais de 30 anos". porém o sabio e embriagado filósofo charles bukowski, com toda sua lucidez invrível, foi além: "porque então acreditar em alguém que possa chegar aos 30, sendo que o reacionarismo já está latente em sua juventude?" ezio, a esta acrescento sua lasciva verdade. e ainda penso que a única juventude possível é aquela que combate qualquer garantia e defesa do futuro. como alice no país das maravilhas: "geléia ontem ou geléia amanhã, mas jamais geléia hoje."

    ResponderExcluir